crédito habitação
24 Mai 2019

Porque existem spreads tão baixos?

É provável que já se tenha perguntado como é possível termos spreads tão baixos. Ou que tenha dúvidas de onde vem a rentabilidade dos bancos. Neste artigo vamos mostrar-lhe como é que os bancos ganham dinheiro com o atual nível de spreads praticados e os cuidados que tem de ter.

Como é que os bancos ganham dinheiro?

É fundamental percebermos as diferentes fontes de receitas dos bancos. De forma resumida, a banca tradicional obtém a sua rentabilidade nas seguintes fontes:

  1. Diferença entre o juro que paga e o juro que cobra aos clientes;
  2. Cobrança de comissões, que têm vindo a aumentar a sua importância;
  3. Venda de produtos acessórios;
  4. Investimento nos mercados financeiros.

Os bancos conseguem assim obter retorno pagando menos pelos depósitos a prazo (por exemplo) e aumentando o volume de empréstimos concedidos. Podem também aumentar comissões. Ou podem vender diversos produtos, como cartões, seguros, produtos de poupança ou outros.

Como é determinado o custo que pagamos no crédito

Vamos assumir uma típica operação de crédito habitação. Neste caso, o banco vai pedir dinheiro emprestados e vai emprestar esse dinheiro aos seus clientes, cobrando uma margem adicional. Esta margem é denominada de spread e depende de um conjunto de fatores, sendo os dois principais o risco da operação e a sua atratividade comercial. Por outras palavras, o banco vai procurar reduzir o risco e ter uma receita tanto maior quanto possível. E é nesta segunda questão que entre o spread.

O que está escondido no spread?

Assim colocada a pergunta pode ser enganadora. O spread é uma taxa de juro, pelo que não esconde nada. Pagamos ao banco o valor do indexante (normalmente a taxa Euribor) acrescido do spread. Assim, as regras são claras e conhecidas desde logo.

Dito isto, é fundamental ter em mente que o custo do crédito não se resume ao pagamento de um juro. Fatores diversos, entre os quais o desconhecimento, levaram as pessoas a focar a sua análise apenas no spread e a desconsiderar outros fatores. Assim, tornou-se prática comum baixar os spreads praticados mas cobrar outros custos. Atualmente, é nestes outros custos que vão obter uma parte importante da sua rentabilidade.

Onde podemos poupar mais dinheiro?

A APRIL é especialista em seguros de vida crédito habitação e tem conseguido poupanças muito elevadas aos seus clientes. Ao sermos especialistas, temos seguros com coberturas muito abrangentes e preços muito competitivos. E aqui temos ajudado milhares de famílias a poupar dinheiro no seu crédito habitação. Este benefício não é apenas visível no primeiro ano mas ao longo do contrato, pelo que sugerimos sempre que analise as coberturas e a evolução do prémio.

Nunca é demais referir que um contrato de crédito habitação exige muita análise e rigor. Exige que comparemos diferentes alternativas, que negociemos e que façamos a conta dos custos ao longo de todo o contrato.