09 Jul 2019

O que significam os graus de invalidez nos seguros de vida?

Um seguro de vida existe para pagar uma compensação em caso de um sinistro. No entanto, existem diferentes critérios, coberturas e graus de invalidez que deveremos conhecer para podermos escolher o seguro mais adequado às nossas necessidades. Neste artigo vamos falar sobre os significados dos graus de invalidez.

O que quer dizer grau de invalidez e por que é importante?

Falamos de seguros de vida e os seguros de vida não são apenas ativados em caso de morte. É certo que a cobertura de morte está presente na generalidade dos seguros, altura em que os beneficiários da pessoa segura recebem uma compensação monetária pela morte da pessoa segura. No caso do crédito habitação, e enquanto durar o crédito, o beneficiário é o banco, garantindo assim a liquidação do crédito, evitando assim que os herdeiros tenham de arcar com esse encargo.

Os graus de invalidez são importantes, pois existem coberturas adicionais à cobertura de morte que baseiam o critério de atribuição da compensação no nível de invalidez da pessoa em caso de doença. E aqui temos muitas diferenças que tem de conhecer, pois é aqui que os bons seguros se distinguem dos outros.

Como são determinados os graus de invalidez?

O grau de invalidez costuma serem determinado por uma junta médica e tendo em conta a tabela nacional de incapacidades. Existem companhias com critérios distintos que deve conhecer. Por exemplo, poderá ser usada a avaliação por parte de um médico contratado pela companhia de seguros, o que acaba por gerar algum conflito de interesses.

Graus de invalidez mais comuns

Os principais graus de invalidez atualmente a serem comercializados são a invalidez de 60%, 65% e 66% para a cobertura mais abrangente (Invalidez Total e Permanente). Para a cobertura de Invalidez Absoluta e Definitiva o grau é bastante mais severo, exigindo que a pessoa tenha o apoio de um terceiro para fazer face às suas necessidades mais básicas.

Tenha em mente que o critério da profissão também é importante ser conhecido. Os seguros de vida comercializados pela April consideram uma invalidez para a profissão declarada ou profissão equivalente. Já outras companhias têm cobertura para qualquer profissão, nomenclatura que à primeira vista parece mais abrangente, mas que é o contrário.

Esta diferença percebe-se com um pequeno exemplo. Imagine que é um cirurgião e que tem um problema de saúde que o impede de exercer essa profissão. Nos seguros da April irá receber a indemnização, ao passo que noutras companhias com cobertura para qualquer profissão não é indemnizado, pois apesar de não poder exercer essa profissão pode, por exemplo, ser professor ou pescador.

Parece demasiado complexo?

A linguagem do segurês pode parecer demasiado complexa, mas nada como obter aconselhamento isento de um mediador de confiança e sem qualquer compromisso. Por que não saber qual a melhor solução de seguro de vida para o seu caso concreto? Vai ver que com grande probabilidade consegue ter maiores coberturas e a um preço bastante mais competitivo.