18 Dez 2019

Sabe como (re)começar a fazer exercício? Entre em 2020 a correr.

Portugal goza de condições climatéricas favoráveis, bem acima da média das capitais europeias. Por isso, apesar de estarmos no Inverno, não há razão para não entrar em 2020 com o pé direito e, de uma vez por todas, arrancar com a resolução de cuidar um pouco mais de si e praticar exercício.

Hoje falamos especificamente de corrida. A corrida é um exercício interessante, e ao mesmo tempo que garante que a nossa saúde se mantém, retira-nos dos ambientes fechados dos escritórios, dos ares condicionados, das luzes elétricas e da constante exposição à radiação eletromagnética de computadores, telemóveis e afins.

Mesmo que tenha poupa preparação física, poucos exercícios reúnem tanta vantagem em termos de saúde, de organização de tempo e poupança – vai quando pode, não paga nada e faz um dos melhores exercícios para manter a saúde cardiovascular. A corrida recicla o seu ânimo, podendo ainda contribuir para menos visitas ao médico e até para conhecer pessoas novas com objetivos comuns. Comece devagar e rapidamente chegará à conclusão de que os dias mais frios não serão impeditivos para si. Passará a ser a pessoa “corajosa” que corre “ao frio” e que tantas vezes invejou!

Faça as contas e comece já

Já pensou em melhorar a saúde, controlar o peso e prevenir doenças, garantindo ainda boa disposição, mais energia e menos stress? Tudo isto a custo zero. Parece um milagre, mas não é. Não precisa de pagar para fazer desporto. É muito mais que ‘low cost’. O mínimo que gastaria por ano seria cerca de 300 euros, nos ginásios mais baratos. Ora imagine o que pode fazer com essa quantia? Umas férias, um seguro de que precisa mesmo, investir em formação, reformar algo em casa, começar uma poupança? Pense nesse objetivo e dê o primeiro passo: no fim do ano terá orgulho de si próprio.

Se isto fizer sentido na sua vida – e mesmo que, aparentemente, não faça – vale a pena experimentar. Como assim? Depende da sua personalidade, mas para muita gente é de facto difícil motivar-se sozinho e manter o foco. Siga duas pistas distintas para chegar ao mesmo resultado: correr sozinho ou correr acompanhado. Mas mexa-se, pela sua saúde!

Ideias para correr sozinho:

A única coisa que não pode fazer é desistir: faça um trabalho prévio de mentalização. Mantenha a coragem e disciplina, escolha calçado adequado (é muito importante ter ténis com amortecimento adequado), coloque uns fones nos ouvidos e simplesmente saia – não pense demasiado. Não alimente crenças limitadoras de que não conseguirá ou de que é demasiado o esforço que tem de fazer. A partir do momento em que o seu corpo se habituar – não há competição, só compete consigo próprio – vai perceber que qualquer pessoa consegue níveis razoáveis, dentro das suas características pessoais, passados os primeiros 2 a 3 meses. Não se esqueça de que, inicialmente, correrá poucos minutos e caminhará muitos. Se puder, leia informação de fontes credíveis sobre o assunto. O importante é não perder a motivação.

Não abuse

Nunca se canse demasiado para a sua condição física, idade e tenha em conta problemas de saúde específicos que possa ter (consulte o seu médico previamente, se tem dúvidas. Passar no centro de saúde é altamente recomendável).

Comece por caminhos que conhece bem

É bom que faça percursos que lhe sejam familiares (a partir de casa ou do trabalho) e que não tenha de fazer grande esforço extra, como passar mais uma hora em transportes só por causa do exercício. Simplifique, ainda que a corrida seja apenas feita em torno do seu bairro e não em parques ou zonas ideais. Quando ganhar o hábito, já lhe será mais fácil ir até à zona ribeirinha ou até ao jardim ou circuito de manutenção mais próximo. Também não receie a segurança: vai para zonas que conhece bem, por um lado, e por outro, o exercício na rua já está muito generalizado. Encontrará muita gente a fazer o mesmo.

Faça caminhadas e não falte

Intercale períodos de caminhada em passo acelerado, com a corrida propriamente dita. À medida que puder, aumente gradualmente o tempo de corrida. Mesmo quando já correr o tempo que definiu como meta (imagine 50 minutos), faça sempre aquecimento e alongamentos básicos (pode ver em qualquer tutorial/artigo na internet). Adeque o nível de esforço à sua forma física e mantenha a periodicidade. A regra de ouro é faltar o menos possível: seja persistente e pense que merece duas ou três horas por semana para tratar de si. O ideal é não o fazer menos de 2 vezes por semana (para os especialistas são 3). Os resultados não serão tão bons e de facto somos “animais de hábitos” – precisamos de desenvolver uma rotina de exercício. Menos de 2 vezes é pouco.

Ideias para correr em grupo

Para muita gente é mais fácil saber que tem companhia. Quando cria ligações e combina com alguém, é mais difícil faltar ou desistir. Alguns dos treinos são acompanhados por pessoas experientes que o poderão ajudar a evoluir. E ainda tem a vantagem de conhecer gente nova. Por isso, deixamos-lhe sugestões de grupos de participação totalmente livre.

Se for ao directório Correr por Prazer encontra grupos de corrida em todo o território nacional. Não hesite em perceber se há algo na sua área de residência, ou próximo, que o possa interessar e contacte o grupo hoje mesmo.

Alguns exemplos:

  • Urbanatletas: é um dos muitos grupos de activos da cidade do Porto, uma das que tem mais grupos no país. A página urbanatletas surgiu no seio de um grupo de amigos que gosta de treinar. Não têm ligação com qualquer organização, ginásio ou espaço desportivo. Organizam treinos uma vez por semana em que qualquer pessoa pode aparecer, sem qualquer custo.
  • Porto City Run/ Stamina Free Trail: é um grupo de corrida de estrada, que percorre as zonas mais emblemáticas da cidade do Porto. É destinado a todos os interessados em participar em treinos de Trail Running na zona de Gaia, Santa Maria da Feira e estrada, no Porto.
  • Centro de Marcha e Corrida do Jamor: o Programa Nacional Marcha e Corrida (PNMC) promove um treino de corrida e de caminhada seguido de vários workshops orientados pelos técnicos do PNMC e da Federação Portuguesa de Atletismo. A corrida livre é aberta e gratuita para todos os praticantes independentemente do seu nível, sendo, no entanto, obrigatória a inscrição numa Plataforma de inscrições on-line. Os participantes que se inscreverem dentro do prazo estipulado recebem uma t-shirt, água, fruta, brindes dos parceiros e a revista Running. Pode também consultar a página de facebook.
  • Correr Lisboa: Os treinos semanais são distribuídos pela Cidade Universitária, Parque das Nações, Odivelas, Casal Vistoso, Pista Prof. Moniz Pereira e ainda incluem outros treinos e eventos alternativos. Veja o mais perto se si.
  • Run 4 Fun: os Run 4 Fun têm vários treinos por semana: Treino da Garça, às quintas, às 20h, na Vela Latina; Treino da Paz, às quintas 19:30, Parque da Paz (Almada); Treino dos Heróis do Mar, domingos 10:00, na Expo; Treino Xutos & Pontapés, terças e quintas 19:00, na Expo; Monsanting, durante a semana sem dia fixo às 19:00, em Monsanto; Brutus, alguns domingos de manhã, algures. Também organizam treinos noutros sítios que divulgam no site e na página do facebook.
  • Monsanto Running Team: Para os mais audazes no que toca à hora de levantar da cama, o treino deste grupo acontece todos os dias da semana, das 06.00 às 07.00. O ponto de encontro é o parque de estacionamento da Estrada do Penedo, em Monsanto.
  • Nike Run Club: Este clube oferece treinos de corrida semanais, para vários níveis e com ‘treinadores’. Semanalmente pode encontrá-los à 5ª-feira, às 20h, na loja do Chiado e à 3ª-feira, às 20h, na loja do Vasco da Gama.

Nunca é tarde para começar a fazer exercício, adaptado à sua condição física, idade e motivação. Verá tantas melhorias na qualidade de vida e produtividade que não vai querer abdicar disso. Portanto, dê a si próprio o tiro de partida para por em prática as melhores resoluções de ano novo.

 

Estas, e outras dicas, podem fazer a diferença para que tenha hábitos de vida mais saudáveis. Para ter uma ideia mais concreta do seu estado atual, poderá consultar os testes de hábitos saudáveis da APRIL MEDICAL ou mesmo marcar as suas consultas de nutrição completamente gratuitas. Note que ambos os serviços são gratuitos para clientes APRIL, pelo que se tem um crédito habitação pode poupar no seu seguro e ainda ter acesso a um vasto serviço médico.

Ao enviar os seus dados concorda com a Política de Privacidade da April Portugal
Autorizo a recolha dos meus dados pessoais e que os mesmos sejam processados e armazenados informaticamente, bem como o contacto pela APRIL e/ou por um Parceiro APRIL.
Autorizo a utilização dos meus Dados Pessoais pela APRIL, para efeitos de comercialização de produtos e serviços e para fins de Marketing, incluindo, por exemplo, contacto por SMS, MMS e correio eletrónico