14 Abr 2020

Como fazer exercício em casa?

A situação de quarentena que atravessamos veio trazer a tendência do exercício em casa, uma opção que, mesmo depois do regresso à normalidade, pode ter tendência a aumentar. O exercício é fundamental ao longo da vida, e nesta fase é um poderoso antídoto contra o sedentarismo e um aliado na manutenção da saúde psicológica.

Se ao fim do primeiro mês muita gente ainda se está a adaptar a uma nova realidade, rapidamente vai perceber – mesmo se nunca foi dado ao desporto – que tem mesmo de arranjar estratégias de equilíbrio e combate ao stress. Ninguém está habituado a estar fechado tanto tempo, e deixar ‘acumular’ e lidar depois com oscilações de humor, e outras consequências, é de evitar. Há muitas pessoas que, em condições normais, não têm tempo, nem energia, para ir ao ginásio, ou possibilidade para fazer exercício ao ar livre. Como neste formato não perdem tempo em deslocações (e podem até conseguir poupar), é a oportunidade perfeita para levar a experiência do exercício em casa para o futuro, como ótima estratégia de prevenção na saúde.

 

Siga estas pistas: 

Siga profissionais: Uma época atípica e de grande bombardeamento de informação na internet e redes sociais, pode gerar alguma confusão. Se não está habituado a fazer exercício, não siga qualquer pessoa que partilhe o seu treino. Cada pessoa tem a sua estrutura e preparação física, idade e muitos outros condicionamentos, como historial clínico. Quando começa, deve ter particular cuidado com a sua adaptação ao exercício. Siga profissionais do exercício, pessoas com formação, habituadas a dar aulas, e que vão adaptando o exercício também para iniciados. Se não consegue adaptar-se às melhores opções gratuitas, experimente comprar aulas online em alguma escola, ginásio ou professor particular.  

Complemente com blogues/influenciadores: se é uma pessoa com hábitos de condicionamento físico, mas ainda assim não tem motivação para o fazer sozinho, e prefere seguir alguém, já pode seguir com mais segurança alguns influenciadores digitais, autores de blogs ou canais de youtube que partilham a sua rotina de exercício. A escolha é grande, tanto em Portugal, como lá fora. 

Experimente um novo exercício: já que tem mais tempo – mesmo que trabalhe muito ou que esteja a dar assistência à família (com trabalhos redobrados!), pense que tem as horas que não gasta em transportes. Dedique-se, primeiro, à pesquisa de exercício: informação é poder, e se recolher a melhor informação, é mais fácil escolher algo que se encaixe no seu perfil, de modo a evitar desistir. Há centenas de modalidades que consegue executar em casa. Esta pode ser a rampa de lançamento para fazer algo que sempre quis experimentar. Procure no youtube, na imprensa, em sites de profissionais, ginásios, escolas, consulte plataformas que oferecem aulas online, procure aplicações de exercício e fale com amigos. Não deixe passar esta oportunidade.  

A melhor escolha para si: pode preferir um treino de alta intensidade e poucos minutos por dia, um treino mais longo, exercícios mais simples, usando apenas uma simples cadeira, ou treinos ligeiramente mais complexos, se tiver pesos, elásticos, bolas e outros materiais em casa. Pode preferir um exercício mais tranquilo, tipo yoga ou pilates, um treino funcional, uma aula de dança…ou até complementar os 3. Perceba também se é produtivo arranjar uma alternativa para fazer em família, uma vez que a logística em casa pode não lhe permitir estar sozinho. 

Mantenha segurança e alimentação adequada: caso sinta qualquer tipo de desconforto ou dor, não insista. Deixe essa questão nas redes sociais de alguém com formação na área da educação física ou profissional de saúde (fisioterapeuta, etc.). Não corra riscos desnecessários. Adeque o tipo de alimentação que faz, ao tipo de exercício que pratica. Quando o exercício é muito intenso, pode precisar de apoio nutricional. 

Divida aulas com amigos: há plataformas de aulas online onde pode encontrar professores que dão aulas avulso, bem como ginásios e escolas que disponibilizam profissionais a partir de certo número de alunos. Porque não partilhar o pagamento de um pacote de aulas com amigos ou familiares neste momento? Estará a apoiar a economia e a ter um serviço personalizado, partilhando os custos. É uma questão de aderir às plataformas de vídeo muito usadas para teletrabalho, como o Zoom ou o Skipe, e chegar a acordo sobre um horário. 

Mexa-se, mas divirta-se: nesta altura é muito mais importante do que pensa arranjar algum tempo e espaço mental para si. Só assim conseguirá combater a ansiedade e ajudar os mais próximos. Embora seja preciso combater o sedentarismo, tente fazer algo de que goste ou, pelo menos, algo a que se adapte bem, desde que não desista. Não é tão importante ser quem transpira mais, mas quem é mais regular. Em termos de exercício está comprovado que 30 a 40 minutos de caminhada vigorosa, todos os dias, é a base para fugir ao sedentarismo e movimentar o tecido adiposo. Para quem não o pode fazer nesta fase, o essencial é ter um compromisso com algo que seja minimamente agradável, mas com a disciplina possível. Nenhum exercício se faz sem algum esforço, para quem não está habituado. Mas os benefícios que terá depois disso, em termos de físicos e mentais, são incalculáveis.     

Inspire-se nesta lista, onde deixamos exemplos de várias modalidades e registos, para todos os gostos:

 

Para saber mais sobre exercício, nutrição, hábitos saudáveis ou ter uma opinião médica, conheça o April Medical, o serviço gratuito de saúde da APRIL, especialmente feito a pensar em si.  

Poderá falar connosco através do número 215561823. Ou preencha o formulário com o pedido de contacto (telefónico ou resposta online).

Cuide da sua saúde e fique em casa. Estamos sempre ao seu dispor. 

 

Como posso saber mais?

Através da nossa Área de Cliente APRIL Seguros, com equipas especializadas que prestam um serviço de atendimento e suporte personalizado. A linha APRIL 808 300 123 / 213 433 362 disponível todos os dias úteis, de 2ª a 6ª feira, das 9h às 13h e das 14h às 18h (custo de chamada local).

Estamos inteiramente ao seu dispor.

 

Ao enviar os seus dados concorda com a Política de Privacidade da April Portugal
Autorizo a recolha dos meus dados pessoais e que os mesmos sejam processados e armazenados informaticamente, bem como o contacto pela APRIL e/ou por um Parceiro APRIL.
Autorizo a utilização dos meus Dados Pessoais pela APRIL, para efeitos de comercialização de produtos e serviços e para fins de Marketing, incluindo, por exemplo, contacto por SMS, MMS e correio eletrónico