viajar em 2021
14 Jul 2020

Poupe este verão para viajar em 2021 (II)

  • Troque ou alugue a sua casa: para viajar reduzindo o custo fixo do alojamento há um tipo de oferta turística menos tradicional, em que pode ir de férias para casa de alguém e oferecer a sua casa em troca, em sites como o Home Exchange, Troca Casa ou InterVac. Há outros serviços, como o Lovely Stay ou Check In Check Out, em que uma empresa trata do aluguer da sua própria casa a turistas, enquanto está a viajar ou ao fim de semana, sem preocupações, cobrando-lhe uma taxa. Se tiver disponibilidade, pode sempre fazê-lo sem intermediários, em sites como o Airbnb, e ganhará mais. Se tiver uma segunda casa para onde possa ir ao fim-de-semana (no Verão, por exemplo), e desocupar a sua para turistas, ou arrendar a sua segunda casa, pode obter algum lucro e poupar para o próximo destino de férias.

 

  • A lancheira é a sua melhor amiga: apesar de haver menus relativamente baratos e opções em conta de comida por encomenda, o mais barato é sempre trazer comida de casa. Se conseguir fazê-lo 3 vezes por semana, já poupa bastante. Mesmo com menus baratos…5 euros x 5 dias é igual a 25 euros fixos por semana. Isto fora lanches e pequenos almoços, que nos levam uma grande fatia do orçamento (e saúde!). Será quase impossível gastar menos do que 35 por semana, o que dá cerca de 140 euros mês para alimentação fora de casa. Para poupar a carteira e a saúde…use a lancheira, procure receitas práticas e pense na sua viagem.

 

  • Compre em 2ª mão e venda ou toque o que já não usa: há muita gente com tendência a acumular coisas que já não usa e que são, de facto, úteis a outros. Vá a sites com o OLX ou Custo Justo onde pode pôr os itens à venda ou organize ‘feiras de garagem’ entre amigos. Pode parecer pouco, mas tudo ajuda. Deixar de comprar coisas novas para si é também uma opção. O mercado de 2ª mão e Vintage está a aumentar muito e é possível não comprar coisas novas mensalmente e ser mais ecológico, sem abdicar do essencial ou da dignidade. Mesmo mercados de troca direta das peças que já não usa, trazendo outras de que precisa, começam a surgir. Para quem gosta de viajar, essa é a prioridade que se impõe e não tanto uma imagem pessoal sempre na última moda.

 

  • Reduza o entretenimento pago: é muito importante poder aproveitar espetáculos ao vivo, cinema, música (e outras formas de lazer), mas isso tem custos. Hoje já há uma grande variedade de oferta cultural a custo zero ou com preços realmente baixos (e, claro, quando podemos devemos apoiar a classe artística que sofre com a pandemia). Esteja atento a sites e páginas de redes sociais como o Cultura Grátis, sugestões online de revistas temáticas, como a Time Out, agendas culturais das câmaras municipais, museus gratuitos ao domingo, páginas oficiais dos teatros e passatempos online, na rádio, bibliotecas públicas (onde lhe emprestam livros recentes a custo zero), etc. Em termos de cinema ou música, aproveite também a oferta televisiva de qualidade, o que é grátis via internet (em sites como o Spotify, etc.) e a partilha com amigos. Há também muitos teatros e salas de espectáculo que têm grandes descontos e o ‘dia do espectador’, com preços em torno dos 5 euros, abaixo de um bilhete de cinema.

 

Se viajar é um dos seus objetivos, mesmo que demore, convença-se de que é mesmo possível. Foque-se na resolução e na criatividade para o fazer!

Ponha mãos à obra e motive-se para a poupança colocando imagens do seu próximo destino no seu ambiente de trabalho. Viajar acrescenta-nos sempre em experiência de vida, conhecimento, cultura e memórias. Se viaja com família, motive a família inteira neste objetivo de médio prazo, como desafio de poupança para todos. É um excelente instrumento para educação financeira dos mais novos!

Em viajem, pode precisar de seguros. Para partir descansado, é mesmo necessário pensar antecipadamente na sua segurança e na da sua família.

Saiba o que a APRIL pode fazer por si: para além de Seguro de Vida, temos seguros que cobrem a pandemia e seguros de acidentes pessoais (que também têm coberturas que cobrem pandemia). Tudo com planos e coberturas ajustados à carteira de cada cliente, com muito poucos euros mês.

Esclarece qualquer dúvida aqui e contacte-nos para esclarecimentos adicionais.

Como posso saber mais?

Através da nossa Área de Cliente APRIL Seguros, com equipas especializadas que prestam um serviço de atendimento e suporte personalizado. A linha APRIL 808 300 123 / 213 433 362 disponível todos os dias úteis, de 2ª a 6ª feira, das 9h às 13h e das 14h às 18h (custo de chamada local). Estamos inteiramente ao seu dispor.

*pode ler aqui a primeira parte deste artigo